Extra #4 – COVID-19 e Inteligência Artificial

Diferenciar fatos de distrações – o que alguns chamam de separar o sinal do ruído – é uma das principais responsabilidades de um gestor. Nesta quarta edição do Âmago Extra, compartilhamos os estudos apresentados na conferência “Covid-19 + IA: a estrada à frente”, realizada pela Universidade de Stanford, com nossos clientes e amigos.

A conferência, realizada em 1/6/2020, foi dividida em três painéis focados em economia, sociedade e medicina. Identificamos, para cada painel, o conteúdo em fatos, dúvidas e linhas de ação. Dessa forma, conseguimos tanto identificar algumas tendências, que deverão intensificar-se nos próximos anos, quanto novos riscos a serem considerados daqui em diante.

Ao invés de conclusões definitivas, saímos desse seminário refletindo sobre temas complexos, como, por exemplo: (i) processo acelerado de desenvolvimento de vacinas, (ii) as mudanças nas habilidades de força de trabalho exigidas pelo trabalho remoto e (iii) uso de tecnologia para monitorar a movimentação de pessoas e estimar o risco dessas necessitarem de internações em UTIs.

É certo que grandes “massas de valor” se moverão entre setores, cadeias de produção, distribuição e varejo. E, como em qualquer modificação desse tipo, oportunidades serão criadas e prontas para serem absorvidas pelo mais bem posicionado.

Outra atribuição do gestor de fundos de ações está na correta dosagem de cada setor no peso total da carteira. Em um mundo que opera em velocidade de cruzeiro, as movimentações de valor, permeando os diversos setores, são lentas, apesar de poderem ser capturadas em investimentos de longo-prazo. Já a pandemia do Covid-19 acelera essa transferência de valor e obriga-nos a antecipar movimentos setoriais, antes previstos para acontecerem por décadas.

É inegável que haverá grandes transformações em nossa sociedade, decorrentes da pandemia da Sars-CoV-2. Nossos investimentos, atualmente, refletem nossa visão de empresas e setores que sairão vencedores da pandemia. E continuamos a estudar esse tema, com alto grau de profundidade, em busca de novas oportunidades onde os preços não estejam representando o valor do ativo.

Clique no link e veja os principais ensinamentos que tiramos dessa conferência e suas implicações nos investimentos.

Atenciosamente,

Equipe Âmago Capital